03 agosto 2013

Capítulos 4,5 e 6- A Montanha de Sunderisch

ice cream | via Tumblr
Oiiiee!
Eu não posto faz um tempinho, tipo umas três semanas. Então eu estou devendo para vocês três capitulos de "A Montanha de Sunderisch"! Aé, a Bia fez aniversário dia 20/07 e eu não postei nada porque fiquei lá até as 18:00 (detalhe, o aniversário era das 11:30 até as 16:30) e depois fui nos meus dindos. Então, parabéns Bia! Aí vai a história: 

Capitulo IV
Quando Cler olhou pela janela lá estava Jade, com uma escada. De repente ela gritou:
Cler, tá pronta?
Sim! Bota aqui na janela – Cler disse e vestiu um moletom – Estou indo.
Ela desceu a escada, entrou no carro e foi conversando com Jade
Oi – Cler disse – Como é que tá a faculdade?
Oi, tá boa – Jade falou – Por que você quer subir essa montanha?
Ah, sei lá – Cler disse – Acho que quero ter uma história para contar para os meus filhos!
As duas riram, o resto do caminho foi engraçado. Elas falaram sobre um seriado novo que as duas a-m-a-v-a-m e riram, riram muito. Até que chegaram a casa de Aisha.
Aisha! - Cler disse, meio baixo – Vem logo! A escada já está na sua janela!
Ok, to indo – Aisha falou – Vesti meu casaco e peguei os equipamentos!
Aisha desceu e entrou no carro.
Foram mais ou menos 30 minutos de viagem, todas riram e pensaram em como montar um barraca e tudo mais.
Capitulo V
Chegando lá, Jade foi a primeira a sair do carro. Seguida de Aisha, e por ultimo Cler. Montaram a barraca e dormiram, para começar a escalar logo de manhã.
Quando chegou a manhã, Jade decidiu que iria escalar com as duas. Claro, na sua cabeça. Esperou elas acordarem para falar.
Elas acordaram e Jade começou:
Meninas, decidi que devo escalar a montanha também... – ela limpou a garganta – Para a segurança de vocês eu trouxe todos os equipamentos possíveis.
Aff, Cler, não eram só nós que iriamos escalar? – Aisha perguntou impaciente – Pelo menos EU achei isso!
É, eu também! – Cler disse – Mas já que ela quer ir junto... Vamos ter que concordar!
Muito bem meninas – Jade falou – Vamos começar a escalar!
As três escalaram até mais ou menos metade da montanha, onde acharam um lugar para descansar. Aisha não parava de reclamar de uma dor na perna.
Ai, gente, tá doendo! – Aisha disse – Acho que quando escalamos aquela parte rochosa eu me ralei. É melhor eu ver isso logo!
Dito isso, Aisha puxou a calça para cima, e quando viu seu joelho ficou paralisada. Estava tudo cheio de sangue! Ela odiava sangue.
Aisha, você consegue escalar até o fim da montanha? – Cler perguntou.
Acho que não, né Cler – Jade disse em um tom sarcástico.
Acho que sim, né Jade – Aisha falou.
Vamos parar e descansar! – Cler disse – Até foi por isso que paramos! Fora que eu vou contar um segredo quando chegarmos ao topo da montanha!
Capitulo VI
De manhã, os pais de Aisha acordaram e ficaram esperando Aisha descer.
Ué, cade a Aisha? – sua mãe disse.
Não sei. – seu pai falou – Vou ver se ela está no seu quarto.
Sua mãe acompanhou seu pai e quando chegaram lá, viram uma cama arrumada, um computador ligado e.... Ã, uma janela aberta?! Seus pais não acreditavam no que viam.
Nossa filha fugiu! – sua mãe estava apavorada, chorando – Eu não acredito, como ela pode fazer isso?
Calma, calma – seu pai tentou acalma-la – Tudo ficará bem.
V-vamos cha-chamar a polic... – sua mãe se deitou na cama e chorou descontroladamente.
Tá, vou ligar para eles – seu pai tentou de novo acalma-la – Vamos descer.
Os dois desceram a escada e se sentaram. Ligaram para a policia.
Senhor policial – disse o pai de Aisha – Nossa filha fugiu, não tenho a menor ideia de para onde ela foi.
Senhor, qual foi o último lugar que ela mencionou que queria ir? – disse o policial, em um tom firme.
A montanha de Sunderisch, com a Cler, uma amiga dela – disse seu pai.
A montanha de Sunderisch?! – disse o policial, em um tom apavorado – É muito alta! Quantos anos ela tem e qual é o nome dela?
Ela tem 12 e o nome dela é Aisha – disse seu pai.
Vamos procura-la, tchau – disse o policial.
Quando o pai de Aisha desligou o telefone, a mãe dela foi logo perguntando.
O que ele disse? – disse ela.
Que vão procurar a Aisha – disse ele.
Vamos ligar para os pais da Cler – disse ela.
Dessa vez foi a mãe da Aisha que ligou.
Oi, é a Emy, mãe da Aisha. Queria falar com a Jeniffer, mãe da Cler – disse ela.
Ah, oi Emy, é a Jeniffer – disse a Jeniffer – O que quer?
Jeniffer, a Cler está no quarto dela? – disse a Emy.
Acho que sim, por quê? – disse Jennifer.
Porque a Aisha não está.... – Emy mal terminou de falar e ouviu Jeniffer correndo.
A Cler não está lá! – Jeniffer estava chorando – Vou chamar a policia e...
Eu já chamei.... – Emy interrompeu o que iria falar e Jeniffer – Quer dizer, meu marido chamou.  
Será que elas estão bem? – Jennifer disse preocupada.
Acho que.... – Emy disse – Infelizmente, não.
Será? – Jennifer desligou na cara de Emy.
Kevin, venha aqui – Jennifer chamou seu marido.
O que foi querida? – disse Kevin.
A Cler sumiu!! – Jennifer falou com uma voz de como se estivesse morrendo.
Não, não pode ser verdade! – disse Kevin.
Mas é – Jennifer continuou com aquela mesma voz – Fico me perguntando “O que fizemos para ela?”.
Nada, querida, nada – Kevin tentava consolar Jennifer.
Quando acharmos ela, ela om toda certeza ficara de castigo! – Jennifer pôs, assim, um fim naquela conversa – Tchau.  

É isso, beijos! ~Iza. 

Um comentário:

  1. Adorei!Bia parabéns,muitas felicidades e sucesso!
    Beijos!
    Féli

    ResponderExcluir

Regras:
*Não fale palavrão
*Não brigue
*Pode pedir tutoriais
*Pedidos só na página de pedidos
*Divulgamos todo tipo de blog
É isso, sigam as regras. Bjs Bia e Iza